quinta-feira, 27 de setembro de 2012

O desabafo de uma escritora



Caros leitores,

Gostaria de compartilhar com vocês, o desabafo de uma de nossas autoras, diante de sua luta na divulgação de seu primeiro livro, alguém, sem tato, sem conhecimento, e digo mais, sem discernimento, preconceituou seu trabalho baseando-se em algo que jamais deveria servir de paradigma para criticar uma obra.
Leiam vocês mesmo, o que a ignorância de um homem faz, em pleno ano de 2012, com tantos meios para se obter informações. Thayane Gaspar:



"A partir do momento em que passei a me sentir autora, nunca mais pude me ver como outra pessoa. Fui incapaz me desvencilhar do título, e por este motivo não pude perceber que as pessoas me enxergavam a partir de outro título.
Ao sugerir uma pauta sobre a participação dos jovens na produção de literatura nacional para a rádio do governo, fui convidada para dar uma entrevista e entregar um exemplar do meu livro para sorteio. Aceitei, fui entrevistada às pressas por 3 minutos e alguns quebrados, numa ligação repentina. Não foi minha primeira entrevista em rádio, sem contar meu conhecimento em radiojornalismo que adquiri na faculdade, e ainda sim recebo um e-mail da jornalista que me entrevistou dizendo que minha voz era infantil e não passava credibilidade.
Pela pauta de perguntas, ela não leu meu livro ou algum trabalho meu. E julgou meu talento e trabalho pelo único contato que tivemos: o sonoro. Também, não foi muito atenta a minha sugestão, pois eu sou uma jovem, escrevendo para jovens, e tentando chamar a atenção para eles. Para o talento promissor deles!
Eu tenho dezenove anos, e sim, tenho a voz infantil. Mas já escrevi tantas histórias, já vivi tantas histórias, já fui personagens, já fui contadora dessas histórias, e tornei-me velha por dentro. Gosto do cheiro, e da aparência das pessoas idosas. Compro roupas vintages. Porque eu sou velha por dentro. Porque meu talento está maduro por dentro.
Estou preparada para críticas, a vida acaba nos preparando no inconsciente. Mas critique meu trabalho, minha falta de experiência, minhas falhas. Mas não me critique porque sou jovem.
É nessas horas que temos que reconhecer o trabalho de editoras como a Modo Editora, no qual a idade nunca foi motivo de falta de credibilidade. É por causa dessa editora que me sinto autora. Eu nunca fui jovem aos olhos dessa empresa para ter meu livro nas livrarias, para enfrentar o mercado de trabalho, para ser responsável por mim e pela minha obra. Sim, eu sou jovem. Aquela jornalista que me entrevistou foi um dia jovem. E os personagens do meu livro serão para sempre jovens. Porém, eu entendo a minha juventude como uma forma de crescer e amadurecer dentro de livros, eternizando cada idade e pedaço meu. Eternizando meus dezenove anos
."
 
Thayane Gaspar
 
 
 
Acredito que Thayane não precisa provar a ninguém, seu talento, nem tão pouco carregar na testa o significado de seu talento, mas acredito piamente, que os condutores de nossa mídia, deveriam se ocuparem mais com livros, gibis, jornais medíocres, caça-palavras, nem que seja sentados no banheiro, pois seria a única forma de distrair seres com esta característica profissional, de sua própria ignorância mórbida.
Meus pêsames, a todos pseudocríticos que "acha" que sabe demais.

Adriana Vargas.




Texto e criação do autor, ao utilizar este texto, por favor, não se esqueça de mencionar a autoria.

13 comentários:

Fernanda Bizerra disse...

Meu Deus Adriana, nunca pensei em ver uma coisa deste nível.

Beijokas!

Fernanda sua eterna fã!

Thayane Gaspar disse...

Esse episódio eu levo como uma lição. Vou agradecer sempre que puder as pessoas que estão comigo e nunca me menosprezaram pela idade e por nenhum outro motivo. Espero que essa visão do que merece ter credibilidade ou não, mude. Tem muito adolescente bom que daqui a pouco terá que esperar completar 21 anos para publicar um livro E TER CREDIBILIDADE!
Obrigada por abrir espaço aqui para esse desabafo, Adriana! Eu adoro você!

J.C.Hesse disse...

Penso que... Não! Acredito que esta pessoa, desnudou seu próprio recalque, por perceber que o seu aprendizado, ridículo, já foi suplantado pela nova consciência literária. Temos que realmente ser fortes, pois esses fósseis estão inseridos nos mais diversos meios. Pior, principalmente, quando estão nos meios de comunicação, influenciando opiniões. Temos que continuar a escrever, pois quando esta onda literária, dos novos talentos, engolir essas múmias não restarão prateleiras, para que se possam expô-las.

Se queremos vencer, não vamos escolher os inimigos, deixem que vivam, para contemplarem nosso momento!

Boa sorte à todos!

Sammy disse...

Essa pessoa foi errada ao se precipitar dessa forma, julgando a escritora por sua voz, realmente ela não deve ter lido o livro, apenas se achou o direito de julgar. Tenho para mim que a Thayane, deve ser uma escritora maravilhosa, seu livro já estava entre minhas futuras leituras, vou deixar aqui meu apoio, pois essa forma de criticar é errada, essa radiojornalista devia rever seus conceitos e pensamentos.

Bjs

Da Imaginação a Escrita

Arlamuller disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Arlamuller disse...

É lamentável que jovens autores tenham que ouvir uma besteira dessas. Ainda mais dita por uma pessoa que, pela sua idade e profissão deveria ter um mínimo de bom senso. Desde quando o timbre de voz é paradigma para se julgar uma obra??? Se Mozart tivesse sofrido esse tipo de preconceito, hoje não conheceríamos a suas obras maravilhosas. Sou solidária com Thayane Gaspar e sei que ela terá muito sucesso no universo literário. Um Abraço

Fabiana Cardoso disse...

Thayane

Esse preconceito e muitos outros existem com autores jovens e novos autores! Adorei seu desabafo, mas não se deixe abater. Prossiga escrevendo e mostre que os preconceituosos estão errados, com o seu sucesso!

Você tem meu apoio e carinho!
abraços Fabi

Selène disse...

Eu já passei por isso, Thayane Gaspar. Comecei com 15. Já chegaram a ir de mim. Já sofri muito com o fator idade e o fator voz (eu também tenho voz infantil).
Essa jornalista é muito medíocre! Ela julga sem nem quer ter lido meia página do seu livro? Jovem é ousado. Que bom! Infelizmente sempre haverá uma pessoa idiota disposta a menosprezar nossas batalhas. E essas pessoas nunca erram? Nunca ousam?

mimededatem disse...

Como pretensamente também assim me denomino escritor.... sinto-me em nauseas....uuuuuuuugo...
E que tenhamos então apenas paciência....

Nizete disse...

Assim como você, todos nós somos jovens ou velhos, seja por dentro ou por fora, nada nada nos impede de ousar e fantasiar. Não é a idade, sexualidade, nem a escolha que fazemos, que nos qualifica mas como as fazemos. Nossos atos é que escreve a história, você optou por ser uma jovem autora e olha deu certo! Ousou, lutou e mostrou pra todos que é capaz e venceu.
Ignorante é aquele que não acredita na capacidade humana, seja ela criança, jovem, adulto e idoso.
Eu sou uma senhora com a alma de uma jovem de 15 anos, e sou feliz com as escolhas que faço, nada temo, tudo posso com a ajuda de Deus!
Você é uma jovem que ousou sonhar e apresentar ao mundo seus sonhos em forma de histórias e melhor ainda, realizar-se neles. Quem é a infeliz que com toda a negatividade e ignorância quer arrancar-te aquilo que já é seu por merecimento?
Deixe-a passar, é um capítulo a ser ignorado e esquecido, você tem o poder de fazer histórias e então siga em frente e mostre-nos seu talento que já ofusca os olhos dos incrédulos e invejosos.

Muito sucesso pra você Thayane.
Um grande beijo
Nizete
@ciadoleitor

livros&cia.blogspot.com disse...

O sucesso mostrará o poder de sua arte, Thayane. Você é uma estrela cercada pela constelação dos novos autores. Felicidades!

Santos disse...

Que coisa! é assim mesmo, pessoas que não se envolvem com a obra querem criticar outra pessoa só por causa de uma ideia premeditada!
É assim mesmo, isso mostra a ingnorância das pessoas

Desouza disse...

Colega, vc nao é velha por dentro, nao aceite isto...vc é uma Jovem madura...
Entendo vc...
Os poetas e poetisas livres sempre irao sofrer essas coisas, mas tudo isto nos fazem crescer mais...Entenda: "Quanto mais se bate numa omelete, mas ela cresce, entendeu?"
Vc é mais do vc imagina ser...

Visite-me e siga-me...adoraria ter vc me ajudando em meu Blog com os seus textos tambem...

Www.prsantosmissao.blogspot.com

Abracos...aguardando...

Postar um comentário

Seja bem-vindo!
O sucesso deste blog depende de sua participação.
Comente!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...